"Ser criança é viver o presente
e acreditar em um mundo muito melhor!"

O mistério do pau oco

 



Uma história sobre as pequenas grandes aventuras da infância e sobre o respeito à natureza. Os primos Mariana, Daniel, Manuela e Isabel estão passando férias na casa da avó e decidem explorar a mata sozinhos, mesmo contrariando os conselhos da nona. As crianças acabam se perdendo e decidem fazer um piquenique embaixo de um pau oco para descansar.



Mas a árvore não está tão morta assim, afinal, ela faz um barulho misterioso, barulho que só criança consegue ouvir... E agora? O que tem dentro do pau oco? E como os primos conseguirão resolver esse mistério?



Em uma aventura repleta de fantasia, a jornalista e escritora Míriam Leitão mostra a importância da valorização do meio ambiente e conta a história de como uma árvore morta pode abrigar a vida, trazendo uma mensagem de esperança e renovação. Um livrinho especial para despertar nos pequenos o valor da vida e da preservação do meio ambiente.



Livro: O mistério do pau oco


Autora: Míriam Leitão


Ilustrações: Carla Pilla


Editora: Rocco





Uma lagarta muito comilona

Era uma vez uma lagarta, dessas que a gente vê em árvores. Essa lagarta bem verdinha e cheia de patinhas andava por todos os cantos... mas, não só andava como comia tudo o que via pela frente. TUDO?! Sim, TUDO, inclusive as páginas de um livro.

A história da lagarta está inserida em um contexto que conta os dias da semana: segunda, terça, quarta, quinta, sexta-feira, sábado e domingo... segunda, terça, quarta, quinta, sexta-feira, sábado e domingo... ops, repeti?! No livro os dias da semana também são repetidos e isso ajuda as crianças pequenas a memorizarem! Ah, elas também aprendem, com este livro, a contar de 1 até 10!

Vamos mergulhar nessa leitura? Anota aí:

Livro: Uma lagarta muito comilona

Autor: Eric Charlie

Editora: Callis (1ª edição - 18 de maio de 2011)





Educação para a preservação

 

Paulo Serra e seu personagem Mero

A chamada crise climática tem lançando questionamentos sobre nosso modo de vida e a forma como consumimos. De acordo com um estudo de 2018 publicado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), as crianças fazem parte de um dos grupos mais vulneráveis diante desse contexto adverso das mudanças climáticas. Doenças respiratórias causadas pelo aumento da poluição, eventos climáticos extremos como inundações, furacões e tsunamis têm afetado cada vez mais a qualidade de vida das crianças e suas famílias.



Mas, como construir uma consciência nas próprias crianças da necessidade vital de preservação do meio ambiente para que elas próprias tenham um futuro mais saudável? Para ativistas das questões de preservação da vida no planeta, é imperativo educar as crianças e jovens para cuidar dos nossos recursos naturais. “O nosso planeta terra é nossa única casa, nossa casa comum. E o homem é o único ser que agride e destrói o meio ambiente. É preciso trabalhar a consciência dos jovens neste sentido. Muitos recursos que a terra nos dá, não são renováveis, como os minérios por exemplo. É preciso fazer um trabalho neste sentido”, argumenta o cartunista e educador ambiental Paulo Serra.

Ilustração Pixabay


Segundo Serra, a educação ambiental deveria ser uma prática comum nas escolas e não apenas se restringir ao professor de ciências ou campanhas pontuais de reciclagem ou comemorações do dia do meio ambiente, por exemplo. “Educação ambiental precisa ser interdisciplinar. É preciso capacitar os professores de todas as áreas para que haja um trabalho consistente com as crianças.”



O educador alerta ainda que esse trabalho não deve ficar exclusivamente no âmbito escolar. A família tem um papel importante em fazer o jovem pensar no futuro e no quanto as ações tomadas hoje, impactam diretamente no amanhã. “O exemplo dos pais pesa muito. A força do exemplo é fundamental. O não jogar lixo no chão, o respeito pelos animais, o gerir recursos naturais de maneira responsável, como economizar água, luz e alimentos. Parecem pequenas ações, mas são nessas ações do dia a dia que a percepção de mundo das crianças vai se formando”, argumenta Serra.



Serra desenvolve um trabalho com crianças nessa perspectiva utilizando desenhos e cartuns em oficinas de conscientização. Ele  usa o Mero, seu personagem mais famoso, para falar sobre temas ecológicos (a exemplo da poluição das águas e da coleta seletiva de lixo) de forma mais atrativa.  “O lúdico sempre prende a atenção e é esse tipo de ferramenta que eu uso para despertar nos pequenos esse olhar carinhoso e cuidadoso para com o nosso planeta.”




Achem meu pai, por favor!

 


O Pequeno Pinguim mora no País das Neves e é filho de um urso. Estranho, não é?  Ele tem o pelo azul, as asas pequenas e o bico pontudo e amarelo. Bem diferente do papai urso! E, por isso mesmo, o Pequeno Pinguim não está feliz porque não se acha parecido com seu pai. Será que ele descobrirá quem é o seu pai?



Um livrinho que estimula a reflexão sobre nossas expectativas e desejos. Bom para raciocinar sobre muitos aspectos da nossa personalidade e identidade! Ótima leitura!



Livro: Achem meu pai, por favor


Autores: Ji Yun Shin e Mi Sook


EditoraCallis





Muito cansado e bem acordado

O seu filho ou a sua filha costuma dormir cedo? Ao deitar, eles dormem logo, ou ficam rolando em cima da cama? Se para algumas crianças dormir é complicado, imagine para alguns bichinhos que não conseguem parar quietos na cama!

Pois é, o porco-espinho, o jacaré, o pelicano, a raposa e o burrico estão muito, muito cansados e dormindo em sono profundo. Por outro lado, a foca está super acordada e o pior: preocupada com o que ela tem para fazer. Mas, será que a falta de sono da foca atrapalha os outros bichinhos que continuam dormindo? Se eles acordarem, qual será a atitude deles?

Para saber as respostas, bata conferir o livro "Muito cansado e bem acordado". Você vai se divertir junto com os pequenos!

Livro: Muito cansado e bem acordado

Autor: Susanne Straber

Tradução: Júlia Bussius

Editora: Companhia das Letrinhas (1ª edição; 1997)


Quem Comenta!

Faça contato!

Nome

E-mail *

Mensagem *

Divulgue o Catavento!!!

MEU CATAVENTO COLORIDO

Translate!

Números

MEU CATAVENTO COLORIDO - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2015
Desenvolvimento EMPORIUM DIGITAL