Faça uma "banana pinguim" para o lanche do seu pimpolho!

Comer frutas e legumes é fundamental para a saúde das crianças e dos adultos também. Agora, não é porque vamos fazer uma alimentação saudável que ela não pode ser divertida, não é?
Se o seu filho tem dificuldades para comer frutas, que tal tentar inseri-las de maneira bem criativa?
Pensando nisso hoje nós trouxemos uma dica bemmmm legal: banana pinguim. Mas como é isso? Calma, você vai aprender a fazer agora!

Você vai precisar de:

- Meia dúzia de bananas
- 500 g de chocolate em barra
- Pastilhas de chocolate (MM's)

Modo de preparo:

Derreta a barra de chocolate em banho-maria. Em seguida, retire as cascas das bananas. Coloque um pouco de chocolate em uma das pontas de cada banana, como se estivesse fazendo a cabeça e a asa do pinguim. Com criatividade, pegue as pastilhas de chocolate e coloque na banana, de modo a fazer os olhos, o bico e os pés do pinguim. Se quiser, pode deixar na geladeira por alguns minutinhos. Pronto!

Dica: Se colocar na geladeira, não deixe por muito tempo para que a banana não fique com aquelas manchinhas.



Dica de leitura: Mate ao resgate


Como sempre corajoso, o carro Mate está sempre disposto a ajudar. Um belo dia dirigindo pela rua ao lado do seu amigo McQueen, Mate lembrou que já foi caminhão bombeiro.

- “Quê?” – disse McQueen sem acreditar em uma única palavra. E foi aí que Mate decidiu contar mais uma das suas fabulosas histórias.


Além de salvar a vida de relâmpago, Mate também foi médico. Mas, será que Relâmpago vai acreditar em mais essa história contada por Mate, já que ele nem lembra de ter sido salvo pelo amigo??


Confira!

Com esse calor, o que você acha de um geladinho?

Eu não sei como está o clima aí na sua cidade, mas aqui em Salvador está um calor danado! Pensado nisso, e também pensando (claro!) na diversão dos nossos pimpolhos, hoje vamos ensinar a fazer geladinhos (também conhecidos como sacolés).

É fato que os meninos e as meninas amam coisas geladas quando o dia está quente. E nós adultos também amamos!

Para fazer o geladinho você vai precisar de:

- sacos plásticos de geladinho (eles podem ser comprados em lojas de embalagens, supermercados ou até mesmo em alguns armarinhos);
- suco de fruta (aqui pode ser do sabor que a criança mais gostar).

Modo de preparo:

Coloque o suco de frutas dentro do saco de geladinho e leve ao congelador por, pelo menos, três horas. E agora? Agora é só distribuir à criançada. Vai ser aquela festa!!

Dica de leitura: El Matedor

Como a vida é cheia de aventuras, que tal mergulhar na fantasia com a história de carros super falantes e corajosos? Desta vez vamos apresentar três livros de uma coleção super legal: Cars Toon, da Disney.

O primeiro livrinho conta traz o personagem “El Matedor”, um toureiro destemido e muito famoso na Espanha. E foi caminhando ao lado de Relâmpago Mc Queen que Mate resolveu relembrar as histórias vividas por ele.

Mas será que essas aventuras são mesmo verdadeiras, ou será que são pura invenção de Mate?



Oficinas animam as férias da criançada

Estão abertas as inscrições para o projeto Vila Verão, do Teatro Vila Velha. Em sua 18ª edição, a iniciativa oferece oficinas para as crianças, os jovens e também para os papais e mamães que quiserem participar.
As oficinas acontecerão de 9 a 31 de janeiro e são uma ótima opção para quem estiver aproveitando as férias. Para participar, os interessados devem se dirigir até o Teatro Vila Velha, de segunda a sexta-feira, das 14h às 18h.
É importante ressaltar que nesta edição o projeto dá uma atenção especial para o público infantil, que poderá escolher entre as seguintes oficinas:
- Teatro para crianças – circulante (5 a 10 anos);
- Vídeo para Web (8 a 14 anos);
- Fotografia para crianças (7 a 10 anos);
- Musicalização infantil (0 a 3 anos e 4 a 7 anos);
- Jardinagem para crianças (7 a 12 anos).

Bolo de chocolate no palito


Já trouxemos aqui no blog uma deliciosa receita de bolo formigueiro na caneca. Pesquisando receitas originais, diferentes e divertidas, nos deparamos com um bolo de chocolate no palito! Sim, no palito. Querem saber como se faz? Siga os passos abaixo e tenha certeza que crianças e adultos amarão!

Ingredientes

7 ovos
4 colheres de açúcar
12 colheres de farinha de trigo
1 colher de fermento em pó
1 colher de raspas de casca de laranja
1 lata de leite condensado
300 g. de chocolate ao leite picado
12 patitos de picolé

Modo de preparo
Na batedeira, bata as claras em neve.  Continue batendo, acrescente as gemas, uma a uma, e o açúcar. Misture a farinha de trigo, o fermento e as raspas de casca de laranja.
Coloque em uma forma de 22 cm de diâmetro, untada com manteiga e enfarinhada. Asse no forno, preaquecido, a 200°C durante 25 minutos.
Na panela de pressão, coloque a lata de leite condensado, cubra com água e cozinhe durante 25 minutos no fogo brando, após o início da pressão.
Deixe sair a pressão, abra a panela e retire com cuidado a lata.
Deixe esfriar completamente e abra a lata. Desenforme o bolo e esfarele.
Em uma tigela, coloque o bolo esfarelado e misture bem com o doce de leite.
Em formas para picolé, levemente untadas com manteiga, coloque a massa e pressione bem para moldar à forma.
Leve à geladeira por 3 horas, no mínimo.
Derreta o chocolate em banho-maria ou no micro-ondas.
 Mergulhe 4 cm dos palitos de sorvete no chocolate e coloque-os nos picolés (esta etapa é importante para que o bolo não solte do palito).
Leve ao freezer por 5 minutos ou até secar e fixar bem no bolo. Com cuidado, desenforme os picolés, puxando levemente pelos palitos.
Banhe os picolés no restante do chocolate derretido. Coloque-os sobre papel-manteiga até secar.
Decore-os com fios de chocolate branco derretido ou com confeitos coloridos.


Vixe, será que meu bebê está com cólica?

Quando os bebês com até 5 meses de idade começam a chorar com muito mais frequência, é comum que as mamães fiquem logo preocupadas. Por isso é muito importante prestar atenção em alguns sinais para tentar entender o que está acontecendo e, claro, procurar um médico. Choros constantes podem ser um sinal de cólica. E você sabe como você pode identificar isso?

Em um bebê com cólica, você pode notar o seguinte: crises de choro intenso, sendo muito difícil de acalmá-lo; ele encolhe as perninhas, arqueia as costas para trás e, enquanto chora, se estica e espreme-se; ele solta alguns puns quando chora.

Pois é, essas são as principais características de um bebê que está sofrendo de cólicas. Além de serem mais comuns em pimpolhos com até 5 meses, a cólica normalmente ataca entre o fim da tarde e a noite. Alguns bebês sentem, inclusive, dificuldade  para mamar quando está com cólica.

Apesar de ter diversas causas, o alento para as mamães é que a cólica não é grave, não é uma doença e costuma ir melhorando com o passar dos meses de vida. Para tentar aliviar, além de procurar um médico, você pode tentar aplicar aquelas "técnicas" já conhecidas por nossas avós:

- Se você está amamentando, tente fazer uma mudança na sua alimentação e evite alguns alimentos que causam gases em você, como leite, chocolate, feijão, brócolis e repolho;
- Segure o bebê no colo, bem apertadinho. Você pode fazer isso com a ajuda de uma manta;
- Tente colocar o bebê em um ambiente sem muitos estímulos, com pouco barulho e pouca luz. O bebê chora menos quando está em pouco movimento;
- Você pode fazer uma massagem suave na barriguinha do bebê;
- Ponha o bebê para arrotar depois de cada mamada;
- Se o bebê toma mamadeira, verifique se ele não está engolindo o ar.


O Pequeno Príncipe


Quem nunca ouviu falar do Pequeno Príncipe? A história já foi traduzida para mais de 200 idiomas e nada mais é que uma visão simples, carinhosa, poética e filosófica da vida e da morte. Um livro emocionante, que é amado por crianças, por adolescentes, por adultos e por idosos.

Trata-se do encontro improvável no deserto entre um piloto de avião com um principezinho de cabelos dourados, que havia deixado seu longínquo planeta para conhecer o universo. Mas quem aprendeu, com certeza, fomos nós, com frases que sobrevivem ao tempo e permanecem no nosso imaginário. 

“Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas”, “Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos” e “É loucura odiar todas as rosas porque uma te espetou” são algumas das belíssimas lições ensinadas pelo menininho de cabelos de ouro.

Além do livro, indico, do diretor Mark Osborne, a primeira adaptação animada da obra-prima de Antoine de Saint-Exupéry. Muito bela!



Vamos brincar de "pés de lata"?

Se tem uma coisa que eu sempre gostei (e que gosto até hoje) é de brincar. Brincar seja lá do que for. Sendo brincadeira, está de bom tamanho. Sabe outra coisa que eu sempre gostei? De brinquedos! Não dos mais caros ou sofisticados, mas dos mais simples. Lembro das muitas vezes que a minha mãe me falava que era impressionante como eu me encantava com os brinquedos mais simples que eu poderia ganhar. E era a mais pura verdade!

Outra coisa que marcou (e muito) a minha infância era quando eu, minha irmã e meus vizinhos resolvíamos “fabricar” algum brinquedo. Um deles (e que eu amava porque me sentia mais alta, já que eu sempre fui a pequenininha da turma) era o chamado “pés de lata”.

Quer aprender a fazer? É super simples!

Basta conseguir duas latas (elas precisam ser do mesmo tamanho). Podem ser latas de leite ou aquelas maiores de achocolatado.

Além das latas é necessário um arame fino (ou um barbante) e um prego.

Com o prego, faça dois furos nas extremidades de cada lata. Passe o arame de forma que as latas fiquem presas. Ah, o arame deve ter o tamanho correspondente ao tamanho da criança (ele deve ficar na altura da cintura do pimpolho que vai brincar).

Pronto! Agora é só subir e tentar andar com as latas, como se fossem sapatos.

Dá até para apostar corrida!!!!

Pão porquinho

Sabe aquelas receitinhas que além de gostosas são divertidas? Elas são "fisga" crianças! Pois, a nossa dica de hoje é uma destas receitas. Um gracioso pão porquinho. Mãos na massa, já!
Pão
1 pacote(s) de mistura para pão caseiro (450 g)
1 colher(es) de sopa de fermento biológico seco
3/4 xícara(s) de chá de leite integral
1 ovo
Recheio e Montagem

1 xícara(s) de chá de chocolate ao leite picado (250 g)
1 gema de ovo, para pincelar
uvas-passas pretas, para fazer os olhos do porquinho

Modo de preparo
Pão
Em uma vasilha, junte a mistura para pão e o fermento. Adicione o leite e o ovo, misture bem e passe a massa para uma bancada enfarinhada. Sove-a até ficar bem lisa e elástica. Devolva ao refratário, cubra com filme plástico e deixe crescer por cerca de 40 minutos, ou até dobrar de volume.
Recheio e Montagem

Faça bolinhas com a massa, preparada anteriormente, e recheie com pedaços do chocolate picado. 
Macio e com recheio que derrete!

Molde o nariz e as orelhas do porquinho com pequenos pedaços da massa, colando-os nas bolinhas. 


Faça os olhinhos com as uvas-passas, pincele com a gema e deixe crescer novamente por mais 25 minutos.Depois, asse em forno preaquecido a 180ºC, por cerca de 25 minutos ou até dourar levemente. Deixe esfriar e sirva.

Matemática divertida e curiosa

A meninada que tem medo só de ouvir a palavra matemática, precisa conhecer este livro! Como o título informa, Matemática divertida e curiosa contém curiosidades, explicações e histórias matemáticas realmente interessantes e lúdicas.

O livro é dividido em capítulos curtos e é fácil de ler. Foi ideia genial de Malba Tahan, pseudônimo do professor brasileiro, Júlio César de Mello e Souza, autor do famoso O homem que calculava (quem não lembra?)

Autor: Malba Tahan
Editora: Record
Páginas: 160

"Trapinho e Mosquito"

Neste sábado, dia 19 de dezembro, a partir das 15h30, acontece a apresentação do espetáculo "Trapinho e Mosquito", no Shopping Itaigara. A ideia é conscientizar, de forma divertida, as crianças que passarem pelo local sobre os cuidados contra o mosquito Aedes Aegypti (dengue).

A peça conta a história de um menino que gostava de sujar tudo o que estava a sua volta e não escutava ninguém quando o assunto era manter o ambiente limpo e organizado. A entrada é gratuita e vale a pena levar os pimpolhos!

Bolo formigueiro de caneca

Receitas simples e rápidas de executar, além de serem muito divertidas, fazem com que a criança coloque em prática coisas que aprende na escola, como é o caso das unidades de medida e fração, por exemplo. 

Quer mais motivos para ir para a cozinha com a criançada? Essa receita de bolo formigueiro é demais!


 Ingredientes

1 ovo (bater a clara em neve)
4 colheres de sopa de leite condensado
1 colher de sopa de margarina
2 colheres de sopa de chocolate granulado
1 colher de café de fermento em pó
2 colheres de sopa de leite
4 colheres rasas de sopa de farinha de trigo

Modo de fazer


Coloque em uma caneca larga a gema, o leite condensado e a margarina. Bata bem com um garfo e acrescente os outros ingredientes. Deixe a clara batida em neve por último. Leve o bolo, na caneca, para assar no forno micro-ondas na potência alta por três minutos.

Vamos fazer massa de modelar caseira?

Todos nós sabemos que brincar com massa de modelar é o maior barato! Com ela é possível fazer diversas figuras, como bonequinhos, aviões, bichinhos, a família... e por aí vai!
Pensando nessa super diversão capaz de levar os pimpolhos a colocarem em prática o que eles têm imaginado, as mais doces fantasias, o Meu Catavento Colorido te ensina a fazer a massa de modelar caseira. É SUPER SIMPLES!

Um detalhe importante é que a nossa dica conta com materiais comestíveis, o que naõ preocupará a mamãe e o papai caso o pimpolho resolva colocar a massinha na boca.

Você vai precisar de:

4 xícaras de farinha de trigo
1 colher de chá de óleo
1 xícara de sal
1 e 1/2 xícara de água
Anilina da cor que preferir

Em uma tigela grande coloque todos os ingredientes. Amasse bastante (as crianças podem ajudar do começo ao fim desse processo). Viu que é super simples? Agora é só brincar!

Para conservar, quando a criança terminar a brincadeira, pegue a massinha e guarde-a em um saco plástico. Assim ele poderá brincar outras vezes.

Quer uma dica importante: brinque com o seu filho! Isso faz um bem enorme para toda a família!



Termine este livro


A dica de hoje é um livro interativo, no qual o leitor participa ativamente da narrativa. Neste livro, indicado para pessoas de todas as idades, temos que ajudar a autora, Keri Smith,  a desvendar o conteúdo de um livro misterioso encontrado em um parque que possuía o título Manual de Instruções.

Para isso, o leitor deve passar por quatro etapas: Treinamento de Espionagem, Métodos de Documentação e Observação, Procedimento de Exame de Artefatos e, então, conhecer o tal Manual de Instruções.

Existem atividades de todos os tipos. Para desenhar, se disfarçar, decifrar códigos, pesquisar, encontrar maneiras diferentes de se fazer algo, memorizar... Enfim, para exercitar o cérebro e a criatividade. Uma bela diversão para sentar na sala com a criançada e viajar!


Título original: Finish this book
Autora: Keri Smith
Editora: Intrínseca
Páginas: 208


Como cortar as unhas do bebê recém-nascido?

Quem tem criança recém-nascida - ou quem em breve terá uma - deve ter várias dúvidas (claro!). Uma dessas dúvidas que passa pela cabeça das mamães de primeira viagem é sobre as unhas. Como e quando começar a cortá-las?

A primeira coisa que você deve saber é que deve evitar cortar as unhas do bebê nos primeiros dias de vida. Nesse período elas são tão frágeis que qualquer coisa pode ocasionar um ferimento, o que pode gerar muitas outras coisas, como uma infecção.

Com o passar dos dias você vai perceber que as unhas começarão a ficar mais rígidas e o excesso, muitas vezes, pode ser aparado com a própria mão da mamãe. Com jeitinho, passe os dedos sobre as pontinhas das unhas. Elas poderão sair facilmente.

Quando ele já estiver maiorzinho e já for possível cortar, de fato, você pode utilizar uma tesourinha ou um cortador próprio para unhas de bebês. Para cortar, veja se é possível fazer com ele dormindo, ou então, caso ele esteja acordado, com a ajuda de outro adulto.

Agora é só pressionar o dedinho para baixo e segurar firme a mãozinha do seu filho, evitando que ele se mexa e se machuque.

Uma observação importante: alguns adultos preferem "roer" as unhas das crianças nos primeiros dias de vida. Evite fazer isso, pois germes que estão na sua boca podem passar para os dedinhos do bebê e qualquer machucado, por menor que seja, pode causar uma infecção.


Corações de salsicha

  • Aqui no nosso blog, sempre levantamos a bandeira de que lugar de criança também é na cozinha. Lógico que com o devido acompanhamento dos pais e alguns cuidados. 

  • Mas, sim, a cozinha é espaço de aconchego na casa e evoca cumplicidade entre pais e filhos. Se seu filho é pequeno e ainda não pode fazer receitas mais elaboradas, a nossa dica de hoje vai colocar os pequenininhos com a mão na massa. É super simples. Veja só!






O que usar:

  • 1 lata de salsichas
  • Umas gotas de azeite
    Maionese quanto baste
    Como fazer:
    Coza as salsichas e corte-as ao meio.
    Em seguida, de cada ponta da metade, faça um corte de maneira a criar a forma de um coração (veja imagens).
    Agora, pegue num palito e espete-o de uma ponta à outra como mostra a figura.
    Faça o mesmo com as outras salsichas e frite-as em azeite quente.
    Depois de fritos, sirva-os com um pouco de maionese ao lado.
    Pode também colocar os corações numa salada! O seu filho vai gostar!




Era uma vez um rio


A Iara, o Saci-Pererê e o Curupira, se juntaram a animais da Mata Atlântica para salvar um rio, que está poluído e com suas matas devastadas. 

Em épocas de lutas pela conscientização da preservação dos recursos naturais, o livro infanto-juvenil Era uma Vez um Rio conta esta história, com o objetivo de sensibilizar crianças, jovens e adultos sobre a importância da preservação das águas do bioma, que abastecem as maiores cidades brasileiras.

“Acho que esse é o momento de criarmos valores em nossas crianças e adolescentes, explicar para eles que ou a gente cuida do nosso planeta ou eles não vão ter futuro”, disse Anne Raquel Sampaio, autora de cinco outros livros infanto-juvenis de temática ambiental voltada para a Mata Atlântica.

“Três das principais metrópoles brasileiras – São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte - foram construídas em áreas de Mata Atlântica, que abastece de água mais de 80% da população brasileira”, lembra a escritora.


Autora: Anne Raquel Sampaio
Ilustrações coloridas: Julio Shimamoto
Nº de páginas: 64 páginas




"Teatro a Céu Aberto" na Casa da Música

Foto: divulgação
Hoje temos uma dica bem legal para o próximo fim de semana (dias 19 e 20 de dezembro): Encontro Teatro a Céu Aberto, de arte de rua. A iniciativa, que acontecerá na Casa da Música, localizada no Abaeté, visa reunir artistas para uma reflexão sobre a Arte do Teatro de Rua. A entrada é gratuita e vale a pena levar as crianças!! Quem sabe elas não se interessam pelo teatro?

Confira a programação:

19 de dezembro

16h: seminário Roda de Conversa “Na Encruzilhada do Teatro”, com Eliene Benício, Romualdo Lisboa e Rafael Morais;
17h: Cortejo e Roda de Cantigas e Versos com o grupo Teatro Griô;
17h15: intervenção artística de Alexandre Varapau, que é poeta, músico e palhaço;
17h20: “As Lavadeiras” com o Teatro de Experiência Grapiúna – (TEG);
18h: Fernando Spiga, que é ator, mágico e palhaço; e, paralelamente, teatro de Lambe-Lambe Marie Primavera;
18h30: intervenção artística de Pareta Calderasch, que é performer/poeta;
18h40: “O Palhaciclista”, com Marcos Farrapo, ator/palhaço;
19h: Cordel de Zeca da Rabeca, com o grupo Teatro Griô;
19h30: “Crazy Stilt Show” com Umberto Rosichetti;
20h: “Teodorico Majestade – as últimas horas de um prefeito” – Teatro Popular de Ilhéus

20 de dezembro

16h: seminário Roda de Conversa “Teatro a céu aberto”, com Paulo Dourado, Luiz Bandeira e Tânia Soares;
17h: Fernando Spiga, que é ator, mágico e palhaço;
17h30: “O Jardim das Sempre Vivas”, com o grupo Teatro Griô;
17h40: intervenção artística de Alexandre Varapau, que é poeta, músico e palhaço;
17h50: intervenção artística de Pareta Calderasch, performer/poeta;
18h: “O Palhaciclista” Marcos Farrapo, ator/palhaço; paralelamente às 18h acontecerá a apresentações de Teatro de Lambe-Lambe Marie Primavera;
18h30: cenas de Rua com o grupo Teatro Griô;
19h: “Circo da Lua” (Uruçuca-BA);
19h30: “Cordel do Pega Pra Capar”, com a “Cia Gente de Teatro da Bahia”


Lendas Brasileiras

Ai, ai, ai, ai! Quem nunca ouviu falar do Boitatá? E do Boto Rosa? E do Curupira?! Dá até arrepio só em pensar em cada um deles, não é?

E se você se encontrasse, ainda, com o Lobisomem, a Iara, a Mula sem Cabeça, o Saci, o Negrinho do Pastoreio???? Vixe, tem ainda a Vitória-Régia, Uirapuru, Cabra Cabriola e Cobra Honorato! Que medo!!!!

Essas lendas brasileiras estão todas reunidas em um único livro e são contadas por Maurício de Sousa, o criador da Turma da Mônica.

Apesar dessas lendas causarem um pouco de medo, elas são super divertidas, quando contadas com humor. Que tal convidar os pimpolhos para a “Noite das Lendas” e separar algumas delas para contar? Garanto que eles vão amar e vão pedir várias outras noites como essa!

Vale a pena! É, inclusive, um jeitinho de você ficar ainda mais perto dos seus filhos.


Divirtam-se e boa leitura!

Vitamina D

A vitamina D, fabricada principalmente a partir da exposição solar, é responsável pela formação dos ossos. Sua atuação, porém, vai além da função conhecida de promover a fixação do cálcio na estrutura óssea. Ela atua também em questões respiratórias.

A simples suplementação de vitamina D em crianças com asma ajuda a diminuir a severidade das crises. A vitamina participa também dos processos de crescimento e multiplicação celular.

Onde encontrá-la?
Ela é fornecida, em quantidades mínimas, por peixes como sardinha e atum, além de leite e derivados. Mas a alimentação não é capaz de suprir nem 10% das necessidades diárias infantis, que são de 400 unidades internacionais (UI) até 1 ano e de 600 UI a partir dessa idade. Para se ter uma ideia, o leite materno oferece apenas 22 UI por litro e os pescados, 88 UI a cada 100 gramas.

A exposição ao sol deveria assegurar a maior parte da produção, já que os raios solares incidem sobre a pele, promovendo a conversão de substâncias presentes ali na vitamina D propriamente dita. Quinze minutos de exposição, com braços e pernas descobertos, são suficientes.

Entretanto, existem dois obstáculos: o primeiro é que o melhor horário para sintetizar a substância (entre 10 da manhã e 3 horas da tarde) também é o mais crítico para a ocorrência do câncer de pele, tornando-se proibitivo – ainda assim, a exposição no período permitido já ajuda. E o segundo entrave são os filtros solares que, embora não barrem completamente a radiação, reduzem-na consideravelmente, prejudicando sua produção.

Qual a solução?

Deve-se estimular uma alimentação balanceada e as brincadeiras ao ar livre, sem exagerar nos cuidados com a proteção solar, ao usar mangas compridas, calças e bonés com frequência. Tanto o médico como o nutricionista podem sugerir o consumo de alimentos fortificados com a vitamina, a exemplo do leite.

Maçã do amor ♥

Todas, ou pelo menos a maioria, das receitas que nós trazemos aqui são aquelas que nos remetem aos sabores da infância. Provavelmente, se você já passou dos 20 anos, você também vai lembrar com saudades daquela época cheia de doces e encantos.

Então, pensado nisso, que tal trazer esses sabores para a vida dos seus pimpolhos?

E a dica de hoje é exatamente algo muitoooooo doce: maçã do amor!

Para fazer, você vai precisar de:
12 maçãs
12 palitos de churrasco
1 kg de açúcar branco
1 colher (sopa) de vinagre)
500 ml de água
Anilina comestível

Modo de preparo:
Separe as maçãs e lave-as em água corrente, secando-as logo em seguida. Em uma panela coloque o açúcar, o açúcar, o vinagre e a água, mexendo até formar um calda. Até a fervura, pode-se utilizar fogo alto. Quando começar a ferver o ideal é que coloque em fogo médio e que se mantenha por 25 minutos.

Para saber se a calda está no ponto, mergulhe a ponta de um palito e pingue sobre uma superfície lisa, amassando com o dedo logo em seguida. Se a calda soltar é porque está no ponto certo. Desligue imediatamente o fogo e comece a mergulhar as maçãs, uma a uma na calda, de modo que cada uma delas fique toda coberta.

Após mergulhar as maçãs, ponha cada uma delas sobre uma forma e espere secar. Se preferir, pode polvilhar chocolate granulado. Fica uma delícia! :)

Espere esfriar e chame os pimpolhos!!!!


Quem Comenta!

Faça contato!

Nome

E-mail *

Mensagem *

Divulgue o Catavento!!!

MEU CATAVENTO COLORIDO

Translate!

Números

MEU CATAVENTO COLORIDO - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2015
Desenvolvimento EMPORIUM DIGITAL