Olhos infantis: que cuidados precisamos ter?

 

A optometrista Isla Lima alerta sobre os cuidados

Nesse período de pandemia, tem sido bastante comum o adiamento de consultas por conta do medo da contaminação. E pode ser que papais e mamães adiem uma ida ao especialista, ou se desapercebam dos cuidados com os olhinhos das crianças. Somamos a isso, o intenso uso de telas por causa do isolamento, com aulas online, jogos e televisão. Mas será que essa nova rotina prejudica a visão dos pequenos? Quais os sinais que indicam que uma visita ao especialista não pode esperar? Para esclarecer essas e outras dúvidas o Meu Catavento Colorido entrevistou a optometrista Isla Lima, especializada na área de Ortóptica.



Meu Catavento Colorido: Que sinais indicam problemas oculares e visuais na infância?



Isla Lima: Os papais e mamães devem estar alertas a sinais como: dificuldade para enxergar de longe, a qual faz a criança se aproximar para ver melhor, apertar os olhos, dores de cabeça na região da testa e têmporas, saltar ou repetir uma linha na leitura, entre outros, podem indicar a necessidade de uma avaliação visual. Porém, as crianças também podem ter problemas oculares. Nesse caso, vermelhidão, inchaço, ardência, sensibilidade extrema entre outros sintomas, indicam que elas precisam de avaliação ocular.



Meu Catavento Colorido: Quais os problemas mais comuns nos olhos das crianças?



Isla Lima: Os problemas visuais mais comuns são as ametropias (miopia, hipermetropia, astigmatismo), o estrabismo, que é o desalinhamento dos olhos e a ambliopia, o chamado olho preguiçoso. Por outro lado, os problemas oculares mais comuns são as conjuntivites, blefarite, terçol, entre outros.



Meu Catavento Colorido: Quais os sinais de alerta que mostram que a criança não está enxergando bem?



Isla Lima: Se a criança não gosta de ler, se ela confunde as letras e precisa aproximar para enxergar ou se debruça sobre o caderno para escrever, se ela pula ou repete linhas de leitura, se acompanha leitura extensa com o dedo ou lápis, cansa da leitura rapidamente ou pisca muito, é necessário levá-la para uma avaliação visual.

O correto é levar o filho desde o primeiro ano de vida ao especialista para avaliar as estruturas oculares, o desenvolvimento visual e o movimento dos olhos. Um acompanhamento desde cedo do desenvolvimento e maturação do sistema visual é muito importante.



Meu Catavento Colorido: Telas de computadores, celulares ou televisão fazem mal para a visão?



Isla Lima: Sim. Até os dois anos de idade, o uso de smartphones, tablets e computadores, são desincentivados, pois o sistema visual está amadurecendo e desenvolvendo habilidades. Nesse período, a criança está se ajustando ao mundo exterior, então, o ideal é ter brinquedinhos de encaixe que permitam sentir texturas, diferenciar cores e movimento. A partira daí, cada idade tem um tempo no qual o uso é permitido, porém, sempre com moderação até mesmo para os adultos.

Imagem Patricia Prudente/Unsplash
Meu Catavento Colorido: Dê algumas dicas de como cuidar dos olhos das crianças e prevenir doenças e acidentes.



Isla Lima: Fazer sempre uma avaliação anual, ter uma alimentação saudável, dormir o suficiente, não abusar das telas, evitar coçar ou colocar as mãos sujas nos olhos, brincar com brinquedos adequados para a idade e não usar medicamentos sem prescrição médica!







Nenhum comentário :

Postar um comentário

Quem Comenta!

Faça contato!

Nome

E-mail *

Mensagem *

Divulgue o Catavento!!!

MEU CATAVENTO COLORIDO

Translate!

Números

MEU CATAVENTO COLORIDO - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2015
Desenvolvimento EMPORIUM DIGITAL