Chupeta: uso prolongado pode causar problemas na saúde das crianças

Maria Clara já completou três anos, mas não consegue ficar sem a chupeta. Se é para dormir, ou para ser "acalmada", a chupeta está sempre por perto, ao alcance das mãozinhas e da boca. "Já tentamos tirar, mas não teve jeito. Sem a chupeta, ela chora muito, e aí acabamos ficando com pena e devolvendo a chupeta para ela", afirma Fabiana dos Santos, mãe da Maria Clara.

Apesar de parecer algo normal, a utilização da chupeta por muito tempo pode desencadear problemas na saúde bucal das crianças. Alguns deles são ortodônticos, como dificuldade na mastigação, desalinhamento dos dentes e alterações nas cavidades orais. "Eu sei que é necessário tirar a chupeta e tenho medo que ela desenvolva alguns problemas. Mas, não é tão simples assim", conta Fabiana.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), a criança que utiliza chupeta costuma mamar menos do que a que não utiliza. Isto acontece porquê a sucção da chupeta é diferente do peito. "O uso de chupeta tem sido identificado como um fator associado à menor duração do aleitamento materno (AM) e do aleitamento materno exclusivo (AME) em estudos observacionais, com evidências consistentes de que o desmame precoce entre um e 24 meses é mais frequente em crianças usuárias de chupeta, quando comparadas com crianças que não possuem esse hábito", aponta.

O uso excessivo da chupeta também pode provocar otite média aguda. "A otite média é caracterizada pela presença de líquido no ouvido médio. Na sucção da chupeta, não é exigido o mesmo nível de organização e pressão negativa que na sucção da mama, não existindo o constante estímulo do músculo tensor do palato membranoso, o principal responsável pela abertura da tuba auditiva e que tem um importante papel na prevenção das otites médias. Estudos apontam uma ocorrência 33% maior de otite média nas crianças menores de 18 meses que utilizam chupeta", afirma um estudo da SBP.

Mas, e para as mamães e para os papais que ainda não conseguiram tirar a chupeta dos pequenos, o que é possível fazer?

1. Tenha paciência

Entenda que se a criança estiver acostumada, não será tão fácil fazer ela esquecer. Com paciência, é possível mostrar que ela pode ficar sem este objeto.

2. Vá aos poucos

Retirar algo que se gosta de vez é frustrante para qualquer pessoa. Agora pense como é para as crianças. Então, aos pouquinhos, vá retirando a chupeta, alternando os horários de uso, oferecendo brinquedos para distraí-las etc.

3. Tempo

Compreenda que as pessoas são diferentes e que você não deve comparar o tempo de uma criança com o tempo de outra. Frases como "Fulano não usa mais a chupeta faz tempo" ou "Na sua idade fulano já não usava chupeta" não devem ser utilizadas neste processo.

4. Resista

Após retirar a chupeta, a criança vai pedir. Resista, insista que ela não precisa mais.

5. Converse

A conversa é fundamental em qualquer fase da vida. Não pense que a sua criança, por menor que seja, não compreende.


Nenhum comentário :

Postar um comentário

Quem Comenta!

Faça contato!

Nome

E-mail *

Mensagem *

Divulgue o Catavento!!!

MEU CATAVENTO COLORIDO

Translate!

Números

MEU CATAVENTO COLORIDO - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2015
Desenvolvimento EMPORIUM DIGITAL